Sobre o projeto

Quem sou eu? Marcelo Veronez

Cantor, ator e pesquisador das relações entre performance de palco e teatralidade na construção da identidade da música brasileira. Também sou diretor de teatro e de shows e, atualmente, apresento na Rádio Inconfidência FM a coluna semanal “EvoéBacô”, dentro do programa “A noite vai ser boa”. Entre meus trabalhos de maior repercussão estão o espetáculo “Os Saltimbancos”, produzido pela Fundação Clóvis Salgado (Palácio das Artes), em 2011, a Banda Viada, criada em 2015, e o show “Não sou nenhum Roberto”, em cartaz desde 2008. Este é um clássico nas noites Belorizontinas e já passou por Rio de Janeiro, São Paulo, Ouro Preto, Tiradentes, entre outras cidades.

Narciso deu um grito

Eu não queria fazer um disco. Acho que essa linguagem já foi. Gosta(va) mesmo é de fazer show, o lance na hora, a troca quente, o público perto, o risco total. Mas de alguns anos pra cá comecei a ouvir – você tem disco? Tá na hora de lançar um disco! Veronez, quando é que você vai lançar um disco? – e comecei a pensar na possibilidade de realizar esse trabalho, já que eu já tinha feito peça de te–atro, show, filme. Falta-me realmente um disco, pensei.

Os primeiros registros escritos para o disco datam de 2014 (sim, há mais de dois anos). Mas ainda não eram ideias concretas, eram palavras, desenhos, referências. A partir desses estudos nasceu uma série de shows batizada de ‘Experimento’, que tinha o objetivo de trazer à tona o disco que eu queria fazer. A essa altura eu já queria fazer o disco, mas não tinha ideia de que disco queria fazer. Seriam sete ‘experimentos’, uma série de conceito mutante, cada um em um espaço, com repertório sempre em modificação e banda também. E também haveriam subtítulos para cada um, evocando uma referência que me interessasse e que pudesse dar pistas às pessoas do que estava por vir. Eu faria também os programas dos shows, à mão, com autorretratos e convidaria pessoas da cena teatral e performática da cidade pra abrir os shows. Ou seja, sempre haveria um elemento novo pra nos confundir e não deixar o show cair na repetição dos arranjos e do conceito. E assim foi feito.

Estreamos o ‘experimento 1 – siboney’ em junho de 2015 na Casa Una, super intimista, 40 pessoas em sala pequena, com uma formação de power trio e participação em vídeo de Rafael Bacelar, do coletivo Toda Deseo.
Daí partimos direto para o ‘experimento 3 – a voz da noite’ na Virada Cultural de Belo Horizonte, em julho de 2015, palco Guaicurus, meia noite, aproximadamente 5.000 pessoas. A banda cresceu, já tínhamos sopro e percussão. Obviamente, uma outra estreia. Entraram em cena o hino do bloco Corte Devassa e a participação de Lira Ribas dublando Maria Alcina.

A partir daí vieram os outros: ‘experimento 4 – light myfire’ no Café 104, encerrando o Festival Estudantil de Teatro – FETO,com participação de Cristal Lopez dublando Maysa cantando The Doorse Bacurinhas performando Karina Buhr – esse dia foi loko.
O ‘Experimento 5 – spacesoundto dance’ na Gruta, com abertura feita pela amada Kayete, o ‘experimento 2 – new yorktelephoneconversation’ que tinha formação de recital, piano e baixo apenas, o ‘experimento 6 – borderline’ no Teatro de Bolso Sesiminas, onde a banda base do disco meio que se firmou.
No próximo final de semana, dias 9 e 10/07 na Virada Cultural, faremos o último da série ‘experimento 7 – rock purpurina’ fechando o ciclo.

Agora eu já sei o disco que eu quero fazer. Ele tem músicas inéditas e regravações de Luiz Gabriel Lopes, Milena Torres, Di Souza, Zé Luis Braga, Admar Fernandes, Marku Ribas and e algumas outras surpresas. Eu descobri o disco quando saí de mim e comecei a olhar pra essxs compositorxs que me mandaram músicas e que experimentamos (algumas entraram pro disco, outras ficaram pra história), prxs músicxs que tocaram comigo nos shows e que toparam essa viagem louca de a cada momento realizar um arranjo novo ou lidar com alguma integrante nova na banda e absorver esse novo som e se modificar pra recebê-la. Quando comecei a olhar pra todo mundo que foi no show e que sugeriu músicas, que deu toques, que trouxe críticas.

Descobri que o nome era ‘Narciso deu um grito’ (trecho de uma música de Milena Torres) quando entendi que era possível sair de mim e me espelhar em cada pessoa que está construindo essa história comigo. Por isso eu digo que o disco tem referências carnavalescas, não é pelo som, é pela liberdade e pelo espelhamento. É porque como no carnaval, estamos fazendo juntas, sem medo, livres na rua, cada uma carregando a bandeira que é seu próprio corpo e sua existência coletiva.

Esse disco também é rock purpurina porque é a minha adaptação RitaLeéstica do termo glam rock, é meu encontro com a banda glitter, formada por todas as manas que passaram pelo experimento e que se encheram de brilho e purpurina nos abraços e trocas de sons, mas principalmente por meu encontro com Nara Torres, Yuri Vellasco, Lucas Completo, Davi Fonseca, Paulim Sartori e Ygor Rajão. Além de todo o Iconili (estamos noivos), Ricardo Koctus, Caio Plínio, Cláudio Moraleida, Chaya Vazquez, Thiago Braga, Barulhista e Rafael Madanelo.

Por fim, ‘Narciso deu um grito’ é encontro. É carnaval, é rock purpurina. É como diria Paquita em ‘Má Educação’ da grande diva Almodóvar: ‘una mista de desierto, casualidad y cafetería’. É a minha intérprete/personagem que nasce a partir da ideia de uma obra musical. São as referências que me credenciam e o rio onde navego como artista. Tudo com uma boa dose de deboche, obviamente. E de devassidão porque sim, (atenção, spoiler) o Hino da Corte Devassa já está definido como a música que fecha o disco!!!

Já saiu o primeiro single do cd!

Vídeos referência

Paquita presenta


Notícias


Variantes

    420 5 415
  • Leonardo Valle e Costa Beltrão1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Janderson Campos1
  • 1
  • Nísio Teixeira1
  • Bruno Reis1
  • 1
  • 1
  • Mariana Lage1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Regina Fonseca1
  • 1
  • Cecília Gabrielan1
  • Carolina Dellamore1
  • Raquel Castro de Souza1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Marco Aurélio PRATES1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Eliezer Sampaio1
  • 1
  • KAREN CORRÊA1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Juliana Perdigão1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Gustavo Bastos1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Raquel Carneiro1
  • 1
  • Rafael Guimarães1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • julia branco1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Marcio Abreu1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Euvaldo Bastos de Oliveira1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Milene Veronez1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • walter ianni1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Cíntia Badaró1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Thiago Bueno1
  • 1
  • 1
  • Rafael Pansica1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Soraya Belusi1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Octávio Cardozzo1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • matheus brant1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Jane Medeiros1
  • Airles Bernardes1
  • Samir Haddad Habib1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Gabriel Araujo da Luz Moreira1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Alessandra Pereira Brito1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • André Senna1
  • 1
  • Ramon Brant1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Juliana Leroy Davis1
  • Flavia Vigil1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Fernando Penido1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Luciana Valadares Pinto1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Ricardo Augusto Lopes Pereira1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Alexandre Magno Abrahão Martins1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • fernanda branco polse1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • João Santos1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • 1
  • Eduardo Pio1
  • Lucas Freitas1
  • Raquel Roscéli1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Liliane Pelegrini1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Sílvia Michelle1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • teatro 171 MarinasCleoGabrielHenriqueJavierFabiana1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Daniel Ducato1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Luísa Rabello1
  • 1
  • 1
  • Benvinda Dangelo1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Carlos Domingos Mota Coelho Júnior1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Márcia Bueno1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • Ana Alyce Ly
  • 1
  • Willy Andreazzi1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1
  • 1
  • Ana Paula Pimenta Bastos1

    Comentários